Arquivo da Categoria: Crónica

Coimbra

A cidade de Coimbra tem muita história. A Universidade de Coimbra tem um papel muito relevante no Ensino Superior em Portugal, não sendo possível falar em Universidade sem referir Coimbra. A Universidade tem aos seus ombros o peso de uma tradição, não de décadas, mas de séculos de existência. Visitar a Universidade de Coimbra, em particular o Pólo 1 é uma viagem pela própria história de Portugal e pela sua cultura.

Coimbra e a sua Universidade também fazem parte da minha história. Agora que passou mais de uma década que conclui, ou melhor, como me ensinaram por lá, obtive uma licença para prosseguir os meus estudos, é sempre um eterno prazer regressar, ainda que musicalmente.

São Tomé e Príncipe

Duas ilhas de origem vulcânica que ocupam a área de 1001 quilómetros quadrados, separadas por 140 km, cuja latitude varia entre 1 º 44' Norte e 0º 1' Sul e a longitude entre 7º 28' Este e 6º 28' Este, que merecem decididamente o título de paraíso à face da Terra.

Atenção, que esta afirmação não significa que tudo é perfeito ou não fosse este um país em vias de desenvolvimento ou estado frágil e insular, mas de certeza que visitar este país fará as delícias de todos os amantes da Natureza.

São Tomé e Príncipe está desde sempre ligado a Portugal, tendo os navegadores Pêro Escobar e João de Santarém desembarcado neste país em 1460 (São Tomé), podendo-se visitar o padrão dos Descobrimentos em Anambó.

Quais os locais que se devem visitar em São Tomé?

Muitos, destacando-se Lagoa Azul, Cascata de São Nicolau, Boca do Inferno, Lagoa Amélia, Praia das Conchas, Praia dos Tamarinos, Praia Jalé (entre muitas outras), Roça São João, Roça Agostinho Neto, Roça Água Izé, Pico de São Tomé, Marco do Equador,…, e passear pela cidade de São Tomé. E por agora nem sequer vamos falar na ilha do Príncipe!!!

 

 

Ano Novo

A maioria comemora a passagem do ano de 31 de dezembro para 1 de janeiro. Curiosamente os professores comemoram o Ano Novo duas vezes por ano.

Decisões tomadas, projetos iniciados, novas rotinas e ideias a concretizar, não em janeiro, mas em setembro.

Agora que setembro se aproxima do fim como irão todas as ideias tomar forma?

foto

Escola Portuguesa de São Tomé e Príncipe - Centro de Ensino e da Língua Portuguesa

A 31 de agosto de 2016 foi o último dia do IDF, que a 1 de setembro, juntamente com a Escola Portuguesa, se tornou na Escola Portuguesa de São Tomé e Príncipe - Centro de Ensino e da Língua Portuguesa.

Uma nova entidade que aparece no quotidiano santomense e que marca o arranque do ano letivo 2016/2017.

Um novo ciclo que começa, a se juntar ao sentimento que o início do ano letivo é um recomeço!