Arquivo da Categoria: Crónica

São Tomé e Príncipe

A 1 de marco de 2006 escrevi sobre São Tomé e Príncipe:

Duas ilhas de origem vulcânica que ocupam a área de 1001 quilómetros quadrados, separadas por 140 km, cuja latitude varia entre 1 º 44' Norte e 0º 1' Sul e a longitude entre 7º 28' Este e 6º 28' Este, que merecem decididamente o título de paraíso à face da Terra.

Atenção, que esta afirmação não significa que tudo é perfeito ou não fosse este um país em vias de desenvolvimento, mas de certeza que visitar este país fará as delícias de todos os amantes da Natureza.

Para quem não sabe as ilhas de São Tomé e Príncipe foram descobertas por dois navegadores tugas, Pêro Escobar e João de Santarém, que desembarcaram neste país em 1460 (São Tomé), podendo-se visitar o padrão dos Descobrimentos em Anambó.

Quais os locais que se devem visitar em São Tomé? Muitos, destacando-se Lagoa Azul, Cascata de São Nicolau, Boca do Inferno, Lagoa Amélia, Praia das Conchas, Praia dos Tamarinos, Praia Jalé (entre muitas outras), Roça Bombaim, Roça Agostinho Neto, Roça Água Izé, Pico de São Tomé, Marco do Equador,…, e passear pela cidade de São Tomé. E por agora nem sequer vamos falar na ilha do Príncipe!!!

in https://1001quilometrosquadrados.blogspot.com/2006/03/so-tom-e-prncipe.html

Aprendizagem significativa

A escola como comunidade educativa promove o trabalho colaborativo e favorece a construção de aprendizagens significativas e perenes.

É necessário repensar a forma de funcionamento da escola e dos métodos tradicionais, promovendo um espaço democrático e fomentar a autonomia, confiança e responsabilidade. A procura da inovação e da colaboração é essencial na procura de dotar os alunos de competências para os desafios complexos do século XXI. Um exemplo, extraordinariamente simples, fundamental e atual, a gestão dos recursos hídricos face num momento em que as alterações climáticas são uma realidade. É relevante criar um espaço em que os alunos se se envolvam de forma ativa na procura de soluções para os problemas, se envolvam na procura de soluções e se apropriem do conhecimento, que posteriormente pode ser utilizado noutros contextos e em diferentes momentos.

Locais

Existem locais que nos marcam! Uma afirmação algo banal, trivial mesmo. Espantoso como um regresso a um local nos traz inúmeras memórias que nos deviam alegrar. No entanto, em determinados momentos da nossa breve passagem por este planeta, esses mesmos locais conseguem nos lembrar que o que sentimos irreal é na verdade uma dura e triste realidade.

Por muito que custe a vida continua e o ritmo inexorável do tempo não perdoa. Aprender as lições e relembrar que, embora efémera, algumas pessoas que temos a felicidade de conhecer têm muito a nos ensinar.

José Saramago

Eu não gosto de falar de felicidade, mas sim de harmonia: viver em harmonia com a nossa própria consciência, com o nosso meio envolvente, com a pessoa de quem se gosta, com os amigos. A harmonia é compatível com a indignação e a luta; a felicidade não, a felicidade é egoísta.

Grandeza

Algumas pessoas escolhem que o seu caminho passa pela grandeza. Muitos desejam ser grandes. Alguns conseguem esse objetivo. Poucos, demasiado poucos, conseguem ser grandes homens e ao mesmo tempo, homens bons. Essa é a maior conquista que se pode ter na vida.

Existem pessoas que temos a certeza que estarão sempre na nossa vida. São uma força da natureza e o nosso ser, interiormente, afirma que estarão sempre lá. Infelizmente, não é verdade.

Esta semana Mundo ficou um local mais sombrio. Quando um Homem bom desaparece, apesar de a sua obra e as suas lições permanecerem, o Universo fica mais sombrio.

O tempo irá passar e com ele, esperamos, que a tristeza e a dor se tornem suportáveis, não perecendo nunca, um sentimento de saudade.

A caminho da Trindade, em São Tomé, numa escola alguém decidiu escrever "Deus quer, o homem sonha, a obra nasce". Neste caso o homem sonhou e muita obra foi criada. Em momentos destes, as palavras são sempre vãs e as mesmas frases são repetidas até à exaustão.

Num mau momento fica a memória de um sem número de bons e felizes episódios. Ficam as lições e o exemplo de alguém que vivia apaixonado pela vida e pelo seu trabalho. Sem mácula ou arrependimentos! Uma capacidade extraordinária de liderar pelo exemplo! Um exemplo de que não devemos nos resignar à mediocridade e mesquinhez!

In Memoriam

(14 - 15/12/2019)

Um dia não são dias

Uma década em São Tomé ensina muito e é uma experiência muito enriquecedora. Os anos vão passando, mas há dias em que não há paciência para falta de profissionalismo, incompetência, desleixo ou ignorância.

Felizmente há sempre uma cara amiga e a nossa família, mesmo que adotiva, que nos faz esquecer os problemas do dia e um dia mau transforma-se num final de tarde calmo e divertido.

Nem tudo é perfeito, falta sempre alguém, faltam as pessoas de sempre e/ou com sempre vamos estar. Felizmente a tecnologia faz-nos aproximar dos que estão longe e diminuir a saudade. E sabe bem escrever, a pessoa com quem sempre vamos estar.

A Matemática contribui com a teoria do caos, a Física ajuda a explicar que os problemas sempre vão surgir e podem ser resolvidos e ambas confirmam que mesmo numa equação ou teoria há beleza. Se algo abstrato tem beleza, o que dizer da Baía de São Tomé ao final da tarde?

 

Baía de São Tomé

E como o fluxo do tempo não pára de fluir no sentido passado - futuro, amanhã será um outro dia, um novo dia cheio de oportunidades e bons momentos.

 

Moral da história: por muito mau que seja o teu dia, por muita ignorância que se encontre, casa é casa, amanhã é um novo dia e o resto é treta!

Irrelevância

Ser tornado irrelevante tem a grande vantagem que ninguém nos estar a pedir / chatear para fazer algo, que invariavelmente é urgente e de extrema importância.
Poder-se-ia ficar aborrecido por não existir a decência de reconhecer o trabalho realizado anteriormente, no entanto o tempo que se ganha quando se é irrelevante compensa largamente os efeitos negativos. E tempo e a saúde são os maiores bens que se pode ter.

M: Chairman, Ministers, today I've repeatedly heard how irrelevant my department has become. (...) Just one more thing to say, my late husband was a great lover of poetry, and, em, I suppose some of it sunk in, despite my best intentions. And here today, I remember this, I think, from Tennyson: "We are not now that strength which in old days moved earth and heaven, that which we are, we are. One equal temper of heroic hearts, made weak by time and fate, but strong in will. To strive, to seek, to find, and *not* to yield."

Fonte: 007: Skyfall (2012) Quotes

Suzuki Jimny

Um carro é um objeto. Um carro é algo que nos leva do ponto A para o ponto B. Um carro é algo que nos faz pagar imensos impostos. Um carro consome combustíveis fósseis e emite gases poluentes, excepto os elétricos. Depois de evidenciar o óbvio, um carro é uma fonte de diversão e, efeito de inúmeras temporadas de Top Gear e alguns episódios de The Grand Tour, existem carros que gostamos de conduzir. Sem um V8, a herança da Aston Martin, um Jimny é imensamente divertido de conduzir. Como tudo na vida que nos marca, tem qualidades e defeitos, o que lhe dá personalidade.
Estranho atribuir personalidade a um carro, mas o gozo que dá conduzir um pequeno Jimny pelas ruas, estradas e troços de São Tomé e Príncipe mostra que não se pode julgar a competência e atitude pelo tamanho.

27 de janeiro - Internacional da Lembrança do Holocausto

Hoje é o dia Internacional da Lembrança do Holocausto. A História não pode esquecer este genocídio cometido pelos nazis. Durante o genocídio os nazis exterminaram
6 milhões de judeus, 2 milhões de ciganos, 15 mil homossexuais e milhões de outros durante a II Guerra Mundial. A Wikipédia diz-nos que em dezembro de 2005 a Assembleia Geral das Nações Unidas, durante a 42ª sessão plenária desta organização, decidiu através de uma resolução assinalar a data.

Não podemos deixar apagar o passado, temos que ter memória para que a História não se repita.

Coimbra

A cidade de Coimbra tem muita história. A Universidade de Coimbra tem um papel muito relevante no Ensino Superior em Portugal, não sendo possível falar em Universidade sem referir Coimbra. A Universidade tem aos seus ombros o peso de uma tradição, não de décadas, mas de séculos de existência. Visitar a Universidade de Coimbra, em particular o Pólo 1 é uma viagem pela própria história de Portugal e pela sua cultura.

Coimbra e a sua Universidade também fazem parte da minha história. Agora que passou mais de uma década que conclui, ou melhor, como me ensinaram por lá, obtive uma licença para prosseguir os meus estudos, é sempre um eterno prazer regressar, ainda que musicalmente.