Arquivo da Categoria: Citação

Cem Anos de Solidão

Muitos associam a Cem Anos de Solidão, de Gabriel García Márquez a frase inicial como uma das mais marcante da obra:

“Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento, o coronel Aureliano Buendía haveria de recordar aquela tarde remota em que o pai o levou a conhecer o gelo.”

No entanto, a minha preferida continua a ser:

"A inércia das pessoas contrastava com a voracidade do esquecimento, que a pouco e pouco, ia carcomendo, sem piedade, as recordações, ..."

Um Mundo melhor uma ação a ação

E se fosse contigo? O mundo é não é um episódio do Panda! Há problemas que se devem encarar de frente e resolver um pouco todos os dias!

Ninguém nasce a odiar outra pessoa devido à cor da sua pele, ao seu passado ou religião. As pessoas aprendem a odiar, e, se o podem fazer, também podem ser ensinadas a amar, porque o amor é mais natural no coração humano do que o seu oposto. (Nelson Mandela)

Avisos

AVISO DE SEGURANÇA IMPORTANTE: Abra apenas anexos ou clique em hiperligações presentes em e-mails que espera de um remetente conhecido. Em caso de dúvida, entre em contato com um especialista em TI.

AVISO DE CONFIDENCIALIDADE: Este e-mail e todos os anexos são confidenciais e também podem ser privilegiados. Se não é o destinatário nomeado, informe o remetente imediatamente e não divulgue o conteúdo a terceiras partes, não use o conteúdo do e-mail para qualquer finalidade, ou armazene ou copie as informações em qualquer meio.
Embora se acredite que este e-mail e todos os anexos estejam livres de qualquer vírus ou outro defeito que possa afetar qualquer sistema, é responsabilidade do destinatário verificar se existem vírus ou se os anexos possam afetar de modo algum o sistema e/ou os dados.

AVISO DE RESPONSABILIDADE AMBIENTAL: Imprima só se for necessário. O Ambiente agradece 🙂