Aquivos por Autor: andrejff

Mudanças

Algures, no mundo cibernético, alguém publicou a seguinte regra:

“Para uma rotina se instalar é necessário repetir a ação 21 dias seguidos”

A mudança pode ser criada por nós ou provir de situações exteriores ao nosso desejo, sendo que as nossas ações estão interligadas a uma vontade de processo de melhoria, o que nem sempre ocorrer num horizonte temporal de curta duração.

Após uma mudança ocorrer e as consequências dessa alteração se tornarem uma prática quotidiana podemos fazer algumas comparações mais ponderadas e profundas do que pequenos reparos momentâneos. As rotinas ajudam a tornar o nosso quotidiano mais fluido, a criar hábitos mecânicos que são de fácil execução ou quase instantâneos.

Quando o período de transição termina, não sendo possível definir um intervalo temporal único para todos, podemos de forma ponderada fazer um pequeno balanço da mudança. Talvez seja importante realçar que as situações perfeitas são absolutamente teóricas pois faz parte da natureza humana ser imperfeito e a omnipresença de problemas para resolver.

A sensação de olhar para o passado recente e comprovar que a mudança traz novas alegrias é muito reconfortante. As comparações permitem apurar que a mudança traz novos desafios e novas oportunidades, possibilidades de crescimento e vivenciar novas situações e experiências.

É sempre bom regressar aos locais onde fomos felizes assim como é bom partir à descoberta de novos locais para também ser feliz!

Burocracia - séc. XXI

Independentemente do formato, analógico ou digital, a mentalidade e o consumo de tempo permanecem inalterados. Numa forma Web 2.0, com mais ou menos requinte tecnológico, a capacidade de tornar o tempo um bem nulo, a burocracia tem crescido de uma forma perene e muito discreta. Orwell não teria criado uma forma mais subtil de controle camuflado de supervisão e aferição.

A ler: 6ª Feira, de Paulo Guinote

Mudança

Depois de mais de uma década em São Tomé, este ano letivo começa em Portugal. Novos hábitos, novas preocupações, novos problemas e uma sensação de recomeço. Um recomeço cheio de novidades: novos colegas, novos alunos, nova escola, novas formas de trabalhar, um sem número de aspetos e pormenores a compreender e interiorizar.

Após uma semana de aulas já é possível fazer comparações, embora ainda precoces; uma primeira análise revela que, sem dúvida, a globalização já alcançou o arquipélago de São Tomé e Príncipe, localizado no Golfo da Guiné e existe uma forte proximidade e comunhão de quotidianos entre os portugueses e os santomenses.